quinta-feira, 29 de setembro de 2016

POLICIAL EVITA ASSALTO EM MERCADINHO EM MACAU, NESSA MANHÃ DE SEXTA FEIRA (29).

MACAU EM FOTOS

 POR VOLTA DAS 6:50 HORAS DA MANHÃ DESTA QUINTA DIA 29, NAS PROXIMIDADES DO MERCADINHO FONSECA NA RUA AREIA BRANCA, O POLICIAL JAIRINHO QUE ESTAVA DE FOLGA, UM POPULAR INFORMOU QUE ESTAVA OCORRENDO UM ASSALTO NO MERCADINHO. RAPIDAMENTE O POLICIAL SE DIRIGIU ATÉ O LOCAL, CHEGANDO LÁ VIU OS TRÊS INDIVÍDUOS CORRENDO. O PROPRIETÁRIO AINDA INFORMOU QUE TEVE UMA ARMA APONTADA PARA SUA CABEÇA E EXIGIU TODO O DINHEIRO QUE FOI RECUPERADO. O POLICIAL DE FOLGA "JAIRINHO" PERSEGUIU E CONSEGUIU CAPTURAR OS INDIVÍDUOS EDUARDO LOPES E DOIS "MENOR" E FORAM ENCAMINHADOS A 5ª DRP. DINHEIRO RECUPERADO R$ 850, 00. PARABÉNS POLICIAL JAIRINHO DO GTO MACAU, ONDE CONSEGUIU EVITAR ESSE ASSALTO LOGO CEDO, SER POLICIA É ISSO É VIVER O OFICIO 24 HORAS, LEMBRANDO QUE ELE IA DEIXAR O FILHO NA ESCOLA E EVITOU MAIS UM ASSALTO NA TERRA DO SAL.   

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

NESSA QUARTA FEIRA (28), A PARTIR DAS 17 H GRANDE CAMINHADA DO VEREADOR LAMPIÃO PELAS RUAS DE MACAU, O CANGAÇO INVADE AS RUAS DE MACAU LOGO MAIS NESSE FINAL DE TARDE ENTRANDO PELA NOITE, COM CARACTERIZAÇÕES E MUITAS SURPRESAS. SAINDO DO LARGO DA RUA AREIA BRANCA.


ACADÊMIA APOLLO - EM ATIVIDADES EM MACAU DE 2ª Á SÁBADO DAS 5H ÀS 22H. RUA TENENTE VICTOR.




 

Embates políticos têm prejudicado as amizades nas redes sociais


Especialista explica como lidar com as divergências na internet e manter as amizades
sarah-lopesRecentemente as discussões nas redes sociais têm se intensificado em resposta ao cenário politico. O espaço virtual se apresenta também como um lugar de disputa de ideias e não mais apenas para o entretenimento. No entanto, alguns debates têm ficado mais acalorados e resultando em conflitos e tensões até entre familiares e amigos próximos. Segundo Sarah Lopes, psicóloga do Hapvida, essas discussões estão cada vez mais frequentes, especialmente em época que se aproxima de eleições ou de alguma crise política no país.
“A sensação é como se estivéssemos em um divisor de águas, onde você deve, obrigatoriamente estar em um lado. Dessa forma, o que mais atrapalha nas relações é justamente quando você escolhe o lado diferente daquele de quem você ama, nesse ponto, o amor parece que desaparece, as afinidades são restritas a um único ponto político. Entretanto, o que podemos perceber é que as pessoas estão cada vez mais intolerantes em relação ao outro, e esta percepção é geral, de forma coletiva, tanto de um lado da política, quanto do outro. Porém, é preciso pensar diretamente sobre a produção de verdades, que necessariamente são relativas”, explica.
A especialista coloca que é importante que ao iniciar as discussões se tenha bom senso. Saber a hora de parar, de calar, ouvir, falar e refletir. “Não existe verdade absoluta, então devemos valorizar também o que nos entra pelos ouvidos, ou pela tela do computador, como se contribuísse para um saber, não para servir somente de oposição. Neste momento, é quando nos damos conta de que existe um consciente coletivo, onde as pessoas acabam por maximizar seus valores em um sistema muito maior do que está habituado. Assim, estas reflexões verbalizadas acabam tomando proporções gigantescas, esquecendo de que é preciso respeitar a opinião alheia sempre”, esclarece Sarah.
A psicóloga ressalta que a melhor forma de manter as relações mesmo entre os debates políticos é abordar os temas sem a pretensão ou a soberba de acreditar que é o detentor da verdade absoluta. “É preciso se informar, saber qual a fonte e, especialmente, não se fechar para nenhum dos lados, manter uma postura coerente com o que você pensa, sem necessariamente acreditar que quem pensa diferente é corrupto ou simplesmente não serve para a sua companhia.”, orienta.
MAGNOS ALVES Editor de Política do Jornal de Fato

Preso há quase um ano em Natal, ex-prefeito Flávio Veras volta a Macau para prestar depoimentos.

Preso no CDP de Pirangi, em Natal, desde novembro do ano passado, há quase um ano, o ex-prefeito Flávio Veras (PMDB) voltou a Macau nesta terça-feira.
Foi participar de uma audiência de instrução.
Ao contrario do que se comentava na cidade que FV iria declarar apoio a algum candidato FV adentrou o Forum de Macau de cabeça baixa e deixou o Forum de cabeça
Quando chegou ao Forum, por volta de 8 da manhã, numa viatura policial, FV deu sinais de que continua líder, mesmo atrás das grades.
O ex-prefeito foi aplaudido por populares que se aglomerava na frente do Forum de Macau.

A audiência rendeu o dia inteiro e Flávio só deixou o Forum por volta das 17:30h.

Jovem de 20 anos leiloa a virgindade por pelo menos R$ 550 mil


O caso de leiloar a virgindade não é inédito. Nessa semana, uma jovem da Rússia decidiu vender em leilão a sua primeira experiência sexual. Ariana, de 20 anos, revela que o processo em um site de acompanhantes sexuais vai ajudá-la a pagar os estudos no exterior.
“Quero me mudar para outro país e estudar medicina. A universidade é bem cara, o aluguel de um apartamento também é”, contou a jovem. De acordo com o “Metro”, a oferta inicial chegou a aproximadamente R$ 550 mil. Segundo a estudante, ela já esperou muito tempo pelo “cara certo” e não resultou. “Por que deveria esperar mais?”. “Por que perder a virgindade com alguém que depois vai me fazer sofrer?”, questionou a jovem.

Vereador ‘sumiu’ depois de denunciar concorrentes


A Polícia Civil de Pernambuco investiga o desaparecimento do candidato a vereador Márcio Rogério Araújo de Fontes (PSDB), 31 anos, que concorre a uma cadeira na Câmara Municipal de Vicência, na Mata Norte do estado. Segundo o boletim de ocorrência registrado na noite de segunda-feira (26) por familiares, na delegacia do município, o político sumiu após denunciar supostas irregularidades de concorrentes na corrida eleitoral.
Após a notificação do desaparecimento, a Polícia Militar (PM) realizou buscas e encontrou a moto e a carteira com documentos de Márcio nas proximidades de um engenho da cidade. “O candidato a vereador desapareceu ontem (segunda). Em que circunstâncias não sabemos. As investigações já começaram. Eu não posso dizer que tipo de investigação ou qual os elementos investigativos vamos empregar, até por que não sabemos as circunstâncias do sumiço”, afirmou o delegado Von Rommel, responsável pelo caso.